Sobre o EcoSilenzio

Análise crítica do processo de revisão da Nova Norma de Desempenho NBR 15575

Data e Hora  publicado em 23/08/2010 às 15:04

Na sexta feira dia 20 de agosto reuniu-se grande grupo na sede do Sinduscon-SP, capitaneado pela CBIC e CAIXA, formado por representantes da classe construtora, instituições de pesquisa, fabricantes de materiais e governo para discutirem eventuais incongruências, mal entendidos, faltas e demais distorções existentes na NBR 15575.

O evento foi bastante proveitoso e várias das entidades presentes, incluindo o Sinduscon-DF, enviaram relatório com seus questionamentos.

De fato há falhas pontuais, notadamente as que tratam do desempenho acústico, térmico, lumínico da edificação e características técnicas do piso, as quais de forma alguma mancham o caráter transformador que a Nova Norma de Desempenho representa.

Bastava ter clareado as responsabilidades de projetistas, construtores, incorporadores e, principalmente, usuários e definido parâmetros objetivos para vida útil e prazo de garantia para comemorarmos a criação da Norma, todavia sua importância vai além ao estabelecer importantes parâmetros de observância por todos os envolvidos no projeto, construção e manutenção da obra.

Revisá-la agora evitará que a mesma, à medida que comece a fazer parte do nosso cotidiano, caia logo em descrédito.

Deve se elogiar a “grita” da CBIC que serviu para acordar importantes segmentos do Setor da Construção Civil que até então estavam alienados à importância do documento. A vasta documentação de sugestões apresentadas na reunião de hoje, 20 de agosto, é prova de que a situação mudou.

Há mérito no trabalho do Comitê criador da Nova Norma, a qual, além do conteúdo em si serviu para mobilizar o setor em torno de tema que questiona o estado atual da “nossa arte”.

Por fim, loas à Caixa pelo papel conciliador que vem desempenhando no processo, irredutível na defesa da Norma, mas aberta às demandas de mudança sugeridas pelo Setor da Construção Civil, e em especial as construtoras.

O próximo passo será a reunião entre CBIC e ABNT, prevista para o próximo dia três de setembro, onde será debatido o provável adiamento da entrada em vigor da Nova Norma para maio de 2011, e exigibilidade a partir de novembro de 2011, visando à adequação dos projetistas à nova realidade, os quais, aliás, deveriam estar mais inteirados do processo já que o nível de responsabilidade dos mesmos ficará bem mais evidente a partir de agora.

Foi criada uma comissão de 06 membros, representantes da CBIC, Caixa, Academia, Fornecedores de materiais, Projetistas e o engenheiro Carlos Borges, Coordenador Geral do Comitê que elaborou a Nova Norma de Desempenho, para redigir o documento que resume as reivindicações apresentadas na reunião de 20 de agosto e que será entregue ao comitê responsável pela elaboração, e revisão, da Norma quando da reabertura, esperada, dos trabalhos.

Cabe lembrar que a participação no comitê é liberada a qualquer cidadão brasileiro independentemente de convite. Outro aspecto é que para participar o interessado não precisa representar entidade alguma.

A Comat Sinduscon-DF continuará participando dos trabalhos da comissão, mesmo tendo de acordar às 05 da matina para chegada à tempo da reunião realizada em São Paulo, pois entende que o tema é potencial divisor de águas e seus filiados devem permanecer informados.

Para quem está ansioso quanto à entrada em vigência da Nova Norma de Desempenho vale a pena aguardar mais um tempo para que possa contar com um documento de fato mais claro em termos de redação, correto em termos de conteúdo e preciso na dissolução de dúvidas.

Tags Tags:  EcoSilenzio NBR 15575 Revisão Norma de Desempenho

0 comentário(s). Fique à vontade para comentar.










Tic topo

HOME  |  SOBRE O ECOSILENZIO  |  APLICAÇÃO  |  ECOBLOG  |  NBR 15575  |  FALE CONOSCO

Acital 30 anos ProAcustica

Twitter You Tube Flickr PDF RSS Feed

Créditos: Modena Design